bobbers e gravatas

O Bom Rebelde esteve aos comandos da nova Moto Guzzi V9 Bobber numa sessão que começou em Lisboa, acelarou até Sintra e brihou numa saída triunfal durante o Distinguished Gentleman’s Ride no Estoril. Tudo em estilo, como uma mota italiana pede, é claro... 

Apresentada no Salão de Milão no ano passado, a V9 chegou a Portugal este Verão, prometendo agitar a concorrência. Mas o que tem esta Bobber de tão especial?

Numa primeira impressão, salta-nos à vista a qualidade de construção: com grande apetência para os detalhes cuidados e bem resolvidos, praticamente não existe na V9 qualquer tipo de acabamento em plástico. (Algo raro nos dias de hoje) O assento mostra-se confortável em pequenos passeios (!) e a cablagem verifica-se bem integrada no corpo da mota, tornando o conjunto ainda mais apelativo de se observar e desfrutar.

E a pintura?

O cinza Matte com listas vermelhas articula-se na perfeição no estilo descontraído de uma mota, que não se cansou de ser elogiada todo o fim-de-semana.

Temos a certeza que na fábrica da Guzzi (em Mandello del Lario) se devem encontrar várias Easyriders' magazine dos anos 70 coladas às paredes dos estúdios de produção, pois a V9 é tudo o que um bom rebelde com espirito retro pode desejar. 

Igualmente rebelde é a posição de condução. Genuína e irreverente, apresenta um look drag do guiador que permite ao condutor uma postura entre o descontraído e o vibrante, onde os braços se apoiam no guiador de forma paralela ao chão.

A roda dianteira com um pneu “vigoroso” e a direcção suave fazem com que a Bobber transpareça enorme confiança e estabilidade em curvas acentuadas.

O seu motor bicilíndrico em “V” a 90º, é refrigerado a ar e tipicamente montado de forma transversal. Conta com 853cc e uma curva de potência máxima de 55cv ás 6250 rpm. Com um consumo regrado na casa dos 6 lts aos 100km, o motor desta v9 é por si só, uma peça de requinte e bom gosto, ideal para expor naquela prateleira de destaque lá em casa.

VEREDICTO

A Bobber assume-se como uma mota cheia de carácter, preparada para quem a queira custumizar e realçar ainda mais os seus pontos fortes. Assente em dois factores preponderantes: uma aparente frontalidade de design e a verdadeira subtileza dos detalhes e condução, esta v9 é mais uma confirmação do excelente trabalho da Moto Guzzi.

Durante o ensaio, comportou-se lindamente em todos os tipos de estrada e, convenhamos, assentou lindamente com o nosso fato e gravata.

Um muito obrigada à Officina Moto.